Envelhecimento facial

CIRURGIA PLÁSTICA

unnamed-2

 

O ‘selfie’ comprovadamente aumentou a procura por procedimentos faciais.

Com o envelhecimento da face observamos sinais como atrofia, enrugamento, ptose e lassidão.

Com o passar dos anos, inicia-se um processo de perda de água pela pele e as fibras de colágeno tendem a diminuir pela redução do número de fibroblastos na derme.

O principal fator ambiental responsável pelo envelhecimento é a radiação solar ultravioleta (fotoenvelhecimento) que, ao contrário do envelhecimento intrínseco que está relacionado à passagem do tempo, depende do grau de exposição ao sol e da pigmentação da pele de cada indivíduo.

O melhor opção para atenuar os sinais apresentados é a combinação de tratamentos.

  • ritidoplastia: procedimento cirúrgico conhecido como lifting facial, que se propõe a reposicionar as estruturas profundas que sofreram relaxamento além de retirar o excesso de pele da face e pescoço
  • tratamento da qualidade da pele: melhora da elasticidade e hidratação da pele, remoção de manchas e atenuação de rugas
  • reposição de volume: uso de gordura ou ácido hialurônico para preenchimento de depressões e recuperação de volume de áreas da face

A avaliação facial engloba os diversos fatores apresentados. Vale lembrar que bom senso para o rejuvenescimento facial é fundamental. Afinal envelhecer é inevitável, mas parecer ter 10 anos a menos não faz mal a ninguém.
Consulte seu cirurgião plástico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *