Low Carb

NUTRIÇÃO, SAÚDE

foto 4(1)

Atualmente ouvimos falar bastante nas “dietas de low carbohydrate” ou “dietas low carb”. Mas afinal, o que é?

O “low-carb” nada mais é do que um programa alimentar com restrição à ingestão dos carboidratos. Não há exatamente um consenso sobre sua definição, mas a maioria dos pesquisadores com experiência na área geralmente baseiam seus estudos sobre dietas que fornecem aproximadamente 20% (entre 30 e 100 g) de carboidratos por dia, acompanhado de uma quantidade moderada de proteínas (15% a 30% de calorias), com gorduras proporcionando o resto das necessidades energéticas diárias.

É baseada no princípio da ação do hormônio insulina, produzido no pâncreas. A insulina tem como função retirar a glicose do sangue para ser utilizada ou armazenada como combustível no organismo. O resultado da quebra do carboidrato no organismo é a glicose. Assim, reduzindo o seu consumo, o corpo liberará menos insulina e haverá a necessidade de utilizar outra fonte de energia, nesse caso, a gordura. E como consequência, a perda de peso.
Alguns estudos relatam que os programas alimentares com baixo teor de carboidratos, mostraram-se mais eficientes no processo de perda de peso quando comparados aos programas alimentares de baixo valor energético.
Mas não podemos esquecer que os carboidratos exercem inúmeras funções importantes no nosso organismo: fonte de energia, preservação das proteínas, combustível primordial para SNC (sistema nervoso central) dentre outras.

Claro que, se consumidos em excesso, podem impedir a perda de peso. Portanto, devemos estar atentos à quantidade e tipo de carboidratos consumidos ao invés de baní-los radicalmente da nossa alimentação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *